Search
Close this search box.
Polêmica

Deputado questiona instituto de pesquisa

Foto: Eduardo Maia | ALRN

Nelter Queiroz exibe notícia sobre medida judicial contra ele

O deputado Nelter Queiroz (PSDB) repercutiu nesta quarta-feira (8), em pronunciamento na Assembleia Legislativa (ALRN), a medida judicial impetrada pelo Instituto Exatus com pedido de explicações em juízo contra o parlamentar, que no dia 30 de abril questionou pesquisa eleitoral conduzida pelo Instituto durante as eleições municipais em Assu, no ano de 2020.

“Mostrei recentemente aqui na Casa que, há 4 anos, a pesquisa feita à época pelo instituto indicava que o candidato Gustavo Soares liderava com 55% das intenções de votos, enquanto Ivan Jr aparecia em segundo, com 35%. Apenas três dias depois, quando as urnas foram apuradas, a diferença entre eles se mostrou de apenas 5 votos. Isso é ou não indício de crime eleitoral?”, indagou Nelter Queiroz.

O deputado cobrou providências por parte da Justiça Eleitoral e disse acreditar que as pesquisas conduzidas esse ano pelo instituto, para as eleições municipais em Assu, “seguem pelo mesmo caminho”. Nelter destacou a sua trajetória política ao longo dos nove mandatos na Assembleia Legislativa, “sempre pautados com correção”.

“Não podemos aceitar esse tipo de pesquisa que manipula resultados para modificar as eleições. Acho isso um absurdo e pedi providências junto ao Ministério Público Eleitoral. Esse instituo não tem credibilidade e venho aqui mostrar a verdade”, falou Nelter.

O Instituto Exatus alega em juízo que o parlamentar não apresentou provas da suposta fraude. (Com informações da ALRN)

Compartilhe