Novamente

Débito do Estado impede consignados de servidores

Foto: Eduardo Maia | ALRN

Deputado estadual Luiz Eduardo na sessão de hoje (23) da Assembleia

Os empréstimos consignados foram novamente suspensos pelo Banco do Brasil para os servidores estaduais. O fato foi anunciado pelo deputado estadual Luiz Eduardo (Solidariedade), na sessão de hoje (23) da Assembleia Legislativa. Segundo ele, a suspensão se deu por falta de repasse dos valores pelo governo estadual.

Ainda de acordo com o deputado, a situação vem se repetindo nos últimos meses, razão pela qual o secretário de Estado da Fazenda, Carlos Eduardo Xavier, foi convocado a dar explicações na Comissão de Administração, Serviços Públicos, Trabalho e Segurança Pública. A sessão com o auxiliar do governo será no próximo dia 6 de setembro.

“Vamos nos preparar para que nessa convocação a gente possa realmente extrair e fiscalizar de fato esses recorrentes cancelamentos dos consignados do Banco do Brasil. É terrível essa situação. Mês está liberado, mês não está liberado, e é incrível como esses problemas têm sido recorrentes”, lamenta o deputado.

Segurança

Luiz Eduardo também chamou atenção para a situação da segurança pública em Natal e no interior do Rio Grande do Norte. Ele afirma que o número de assaltos tem aumentado no Estado em razão da diminuição do efetivo, diante da redução do pagamento das diárias operacionais.

“Deve ter tido uma queda muito grande nas diárias operacionais, porque a gente sente o pouco policiamento nas ruas de Natal. Ponta Negra, que é o local que tem mais hotéis, onde concentra o número de hospedagens, tem acontecido dois, três assaltos todos os dias”, relata o parlamentar.

O deputado teme que o agravamento dos índices de violência prejudique as atividades turísticas do Estado e conclama o governo a retomar o pagamento de diárias operacionais aos agentes de segurança pública.

Ministros

Encerrando o horário destinado aos oradores, Luiz Eduardo destacou ainda a vinda de ministros do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao Rio Grande do Norte. Somente na última segunda-feira (21), o Estado recebeu os ministros Camilo Santana (Educação) e Waldez Góes (Desenvolvimento Regional).

O parlamentar ressaltou a importância da vinda desses ministros para o Estado, mas alertou para a necessidade do cumprimento das promessas feitas em solo potiguar.

“Eu acho que as promessas têm que começar a acontecer, porque senão as grandes obras desse governo vão ficar só nas promessas. Nós não somos contra o Rio Grande do Norte, que fique muito claro, mas nós estamos aqui para cobrar e que essas promessas não virem uma nova enganação para o povo do Rio Grande do Norte”, pontuou. (Fonte: Comunicação Assembleia Legislativa)

Compartilhe