FAD

Faculdade de Direito da Uern tem nova direção

Foto: Agecom | Uern

Inessa Linhares, com a reitora Cicília e o vice-reitor Chico Dantas: direção da FAD

A professora Inessa Linhares tomou posse, hoje de manhã (3), na direção da Faculdade de Direito (FAD) da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern). A vice-diretora é a professora Elissandra Barbosa. Com isso, num ato histórico, constituiu-se a primeira gestão totalmente feminina da unidade.

Inessa é também filha do advogado Paulo Linhares, professor emérito da Uern e primeiro diretor da FAD.

A diretora assume para período de quatro anos e sucede o professor Francisco Valadares, que exercia o cargo desde outubro de 2021 e está na iminência da aposentadoria.

Em seu discurso de posse, Inessa Linhares destacou números obtidos pelo curso de Direito da Uern: altos índices de aprovação no Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), quatro selos seguidos de curso recomendado pela mesma OAB e conceito cinco no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade).

Por fim, lembrou da necessidade de dotar o curso de melhor infraestrutura, no sentido de acompanhar o seu crescimento. A antiga sede do Fórum Municipal Desembargador Silveira Martins, doado à Uern, deverá abrigar a Faculdade de Direito da Uern no futuro.

Agradecimento

A reitora Cicília Maia agradeceu à gestão do professor Valadares, destacando a sua atuação durante a pandemia. Disse ainda que aquele momento de posse representava “o encontro dos mais experientes com os mais jovens”, além de “cheio de ressignificação”.

De acordo com a reitora, o curso de Direito é responsável pela formação de diversos profissionais de excelência, com seus egressos ocupando cargos de destaque em vários locais.

“Todas essas conquistas foram fruto de muito esforço coletivo e devemos seguir sempre nesse caminho, no caminho do diálogo, no caminho de que sabemos e reconhecemos que existem inúmeros desafios, mas, se nós estivermos juntos, objetivados, buscando fazer o nosso melhor, eu tenho certeza de que vamos conseguir”, finalizou. (Com informações da Agecom | Uern)

Compartilhe