Santa Luzia

Veja o que disse cada deputado sobre santuário

Foto: Edilberto Barros | CMM

Audiência pública, ontem, em Mossoró, debateu turismo religioso e santuário de Santa Luzia

Sete deputados (um federal e seis estaduais) participaram da audiência pública sobre o projeto do santuário de Santa Luzia em Mossoró, nesta sexta-feira (14), na Câmara Municipal. A reunião foi proposta pelo vereador Lawrence Amorim (Solidariedade). Veja a posição de cada um deles sobre o monumento à padroeira.

Deputado estadual Tomba Farias (PSDB)

Primeiro orador do dia, rememorou o passo a passo da construção do monumento à Santa Rita de Cássia em Santa Cruz, quando era prefeito do município. “Mudou a história de Santa Cruz”, resumiu.

Segundo ele, o município recebe de 40 a 120 ônibus de romeiros por semana, a depender do período do ano, aumentou de 120 para 700 os leitos de hospedaria e 2 milhões e 400 pessoas já assinaram o livro de Santa Rita.

Informou também estar na reta final, lá, a construção do teleférico. O caso de sucesso de Santa Cruz, na visão de Tomba, inspira Mossoró. “Com fé, esperança e trabalho, o santuário de Santa Luzia será concretizado”, disse.

Deputado federal Benes Leocádio (União Brasil)

O coordenador da bancada federal potiguar assegurou emenda R$ 200 mil para elaboração do projeto do santuário. Também se comprometeu em articular recursos com os colegas parlamentares.

Citou o exemplo de imagem de Nossa Senhora Santana, em Santana do Matos, sua terra natal, em construção. “Começou com R$ 500 mil, hoje tem mais de R$ 2 milhões em conta, via nosso mandato”, comparou.

Deputada estadual Isolda Dantas (PT)

Também assegurou emenda parlamentar para o projeto do santuário de Santa Luzia. E destacou a necessidade de união. “Ninguém vai construir o santuário em Mossoró sozinho. É uma tarefa de muitas mãos”, frisou.

A parlamentar ainda assegurou empenho em Brasília em busca de recursos federais. “Vamos bater muitas portas, nos ministérios da Cultura, do Turismo, do Desenvolvimento Regional”, afirmou.

Deputado estadual Luiz Eduardo (Solidariedade)

Presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Turismo na Assembleia Legislativa, disse querer retribuir, com trabalho, os mais de 800 votos obtidos em Mossoró, em 2022. E o turismo religioso é uma das suas bandeiras.

“Mossoró tem tudo e a ver também com o turismo de negócios. Então, o turismo religioso, por meio do santuário, fortalecerá toda a cadeia. Mossoró também precisa de um Centro de Convenções. São projetos prioritários”, discursou.

Deputado estadual Nélter Queiroz (PSDB)

O experiente parlamentar afirmou que Mossoró tem tudo para viabilizar o monumento à padroeira. “Há o Governo Federal parceiro da governadora Fátima Bezerra, o prefeito Allyson, jovem e competente, e o apoio da população”, observou.

Acrescentou que o turismo religioso em Mossoró também estimulará o turismo serrano. “Estamos no momento certo para isso. Se cada deputado estadual destinar emenda de R$ 100 mil, teríamos R$ 2,4 milhões para Santa Luzia”, propôs.

Deputado estadual Neilton Diógenes (PL)

Natural de Apodi, considerou o projeto do santuário não apenas de Mossoró, mas extensivo a todo o polo da região. “É importante que a porta de entrada do turismo do Oeste seja Mossoró. E o santuário é um caminho”, disse.

Diógenes levou à audiência pública o apoio do deputado estadual Bernardo Amorim (PSDB), que estava em outra agenda. “Nosso mandato está à disposição. A união é fundamental iniciar e concluir o projeto”, frisou.

Deputado estadual Ivanilson Oliveira (União Brasil)

Natural de Baraúna, vizinho a Mossoró, o parlamentar se articulou com diversos participantes da audiência pública. Obteve informações sobre o santuário e garantiu apoio do seu mandato à causa. “Contem conosco”, assegurou.

Como mais um representante do Oeste na Assembleia Legislativa, vê o fortalecimento do turismo religioso em Mossoró benéfico para toda a região. Sua presença na reunião, portanto, foi um gesto concreto de endosso a ideia.

 

Fotos: Edilberto Barros/CMM

Compartilhe